Financiamento Imobiliário Taxa Selic

Taxa Selic a níveis históricos aumenta a procura por financiamento imobiliário

Em 2020, o COPOM (Comitê de Política Monetária) reduziu a taxa SELIC a níveis históricos. Essa medida, afetou vários setores e atividades da economia, inclusive o financiamento imobiliário.

Com a redução da SELIC, o sonho de comprar a casa própria é ainda mais fácil. Isso porque, as condições de financiamento têm juros mais baixos e tornam-se ainda mais acessíveis para os brasileiros. Descubra aqui o que é a taxa SELIC e como ela influenciou no aumento da procura por financiamento de imóveis.

Leia também: 6 passos para se planejar e comprar seu imóvel

O que é a taxa Selic?

A Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) é a taxa básica de juros e um índice utilizado pelos bancos no Brasil para definir todas as taxas cobradas aos seus clientes. Ela também é usada em empréstimos feitos entre os bancos e nas aplicações feitas pelos mesmos em títulos públicos federais.

A Selic é estipulada pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que se reúne dois dias seguidos quatro vezes ao ano para definir os rumos da economia. De maneira geral, o aumento desta taxa é uma estratégia utilizada pelo governo para frear a inflação.

Quando isso acontece, as pessoas compram menos e o mercado diminui os preços para não prejudicar o consumo. Por outro lado, a redução da Selic é uma forma de impulsionar o consumo e aquecer a economia.

Taxa Selic atinge uma redução histórica

Em agosto de 2020, o Copom reduziu a taxa Selic para 2% ao ano, índice ainda menor que o apontado no mês de julho. Considerado o menor patamar desde 1996, essa baixa da taxa de juros pode afetar diretamente o financiamento imobiliário, ou seja, este é o momento ideal para agir e garantir o investimento dos sonhos o quanto antes.

De acordo com especialistas, no mercado imobiliário, essa diminuição pode contribuir para que as taxas de financiamento fiquem mais acessíveis e atrativas para quem deseja comprar um imóvel, seja para morar ou investir.

Leia também: Por que investir em imóvel é o melhor para seu futuro?

Como a Selic aumentou a procura por financiamento imobiliário

As condições de financiamento hoje são vantajosas e há oportunidades interessantes para serem avaliadas. Além da queda da taxa Selic, o país apresenta um cenário de baixa rentabilidade da renda fixa, da poupança e a subida dos preços dos imóveis em um ritmo abaixo da inflação.

A queda da taxa Selic contribui para o aumento da competição entre os bancos e para destravar a portabilidade do crédito imobiliário. A Caixa Econômica, por exemplo, criou produtos que aproximam o mercado de financiamento imobiliário do mercado de capitais.

Isso não só gera diversificação, como também fomenta a procura de informações sobre o financiamento de imóveis. A expectativa é que no cenário pós-pandemia haja um repasse mais forte para as taxas de crédito imobiliário, o aquecimento do mercado e das vendas de imóveis por financiamento.

Como pode perceber, a redução da taxa SELIC ofereceu uma oportunidade para muitos brasileiros financiarem sua casa própria. Antes de dar esse passo, vale a pena comparar as taxas de juros e outros encargos do financiamento em diferentes instituições financeiras. Dessa forma, você consegue obter a melhor negociação do imóvel para você e sua família.

Se tiver alguma dúvida a respeito das taxas imobiliárias, consulte um profissional do setor. Ele poderá ajudá-lo a fazer um bom investimento.

Conheça os empreendimentos da Belvedere Incorporadora e entre em contato conosco para alinhar as taxas e opções de financiamento imobiliário.

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *